sexta-feira, 9 de abril de 2010

Trabalhadores de cervejaria entram em greve por não poderem beber fora do almoço

A cerveja dinamarquesa Carlsberg tem fãs devotos em todo o mundo. Inclusive em sua fábrica. Imagine o que aconteceu quando a direção da empresa resolveu limitar o consumo da bebida em suas dependências.

Em torno de 800 trabalhadores entraram em greve nessa quarta-feira para protestar contra a decisão da Carlsberg de limitar o consumo de cerveja ao horário de almoço. Os motoristas da cervejaria continuaram a ter o direito a três cervejas fora do recesso do meio-dia, e os trabalhadores do armazém querem o mesmo benefício.

Antes, eles podiam adquirir cervejas nas geladeiras espalhadas pela empresa. Agora, o único lugar onde ela está disponível é na cantina. A greve dos trabalhadores da área de armazenamento está sendo aderida por outros departamentos da Carlsberg, o que vai causar atrasos nas remessas da cerveja para outras partes do país e da Europa.

Apesar de poderem beber nas dependências da empresa, os motoristas são expressamente proibidos de consumirem álcool quando estão dirigindo, e um sistema os impede de ter acesso às cervejas que transportam.

- do Pop News

2 comentários:

Cesar Shu disse...

Antes desta decisão devia haver gente *matando* pra conseguir um emprego na cervejaria.

Rodrigo Cardia disse...

Eis o emprego dos sonhos de muita gente (antes da restrição, claro).

O problema, seria um cervejeiro de marca maior não ultrapassar o limite de três cervejas por dia...