segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Salafrário

[De or. obscura.]
Substantivo masculino
1.Pop. Homem ordinário, vil, patife, safardana

Um comentário:

heliopaz disse...

Guga,

Concordo contigo em relação à arbitragem em determinados jogos, mas discordo de ti em relação ao Roth, que é sério e errou menos do que acertou porque o plantel é ruim.

Eu penso que, quando a capacidade técnica, física e psicológica de uma quantidade significativa de jogadores dentro de um plantel é baixa, os erros de arbitragem e do técnico são menores e indiretos perto da má avaliação da direção que montou esse grupo.

O Grêmio nunca teve amplo domínio da posse de bola nem mesmo em casa (onde ganhava com as calças na mão). Jogar em casa no contra-ataque é complicado, pois o adversário sempre vem fechado.

Fora de casa, perdeu para times ruins porque não tem NENHUM lateral de ofício que preste no plantel inteiro e os dois volantes, mesmo tendo ido bem no 1º turno, ainda não têm personalidade pra segurar o rojão sozinhos. Enquanto se ganha, a gurizada pega confiança. Quando se começa a perder e a cabeça é fraca, degringola.

O plantel do Grêmio é meio Botafogo: chorão e sem cojones.

Isso não tem técnico nem psicólogo que corrija.

Que sirva de lição: liderança, iniciativa e capacidade de tolerância ao fracasso não se compra em qualquer esquina.

[]'s,
Hélio