segunda-feira, 26 de julho de 2010

O Triste Fim de Luiz Onofre Meira

Meira é um homem inteligente.
O cara tem a imprensa na mão dele.
Seu consultório paga patrocínios por aí, e ninguém pega no seu pé.
Meira é incisivo nas suas entrevistas, deve fazer tremer o repórter na sua frente, inclusive.
Já ouvi várias de suas inserções ao vivo e não fosse alguns usos insistentes de algumas palavras - como o "absolutamente" e o "é evidente" - poderia ser considerado, sim, uma boa entrevista.
Mas Meira parece ter um problema. Um problema que acompanha esta direção de futebol e as outras que a precederam num passado de mais de década já.
Meira parece que não entende "absolutamente" nada de futebol.
E isso é estranho, já que ele ocupa o cargo de Diretor de Futebol no clube.
Aliás, muito estranho mesmo!
Direção atrás de direção aparenta deter conhecimento pífio sobre a bola. A impressão que tenho é que não assitem a futebol, aos jogos de uma Champions League, ao Campeonato Argentino, Libertadores, partidas do mexicano, chileno... E tudo está ali, ao alcance do controle remoto.
Me parece que não há conhecimento sobre mercado, sobre disponibilidades de jogadores, pesquisas em bancos de dados que existem na internet ou em jogos como o Football Manager.
Parecem pessoas que se colocam acima, por cima, em cima. São daqueles que não "entendem do riscado", mas pagam alguém para isso, para fazer por eles.
Acontece que não serve. Isso, de maneira alguma, atingirá bons resultados se administrando um cnpj que se nomeie assim: GRÊMIO FOOT-BALL PORTO ALEGRENSE.
É preciso, sim, o presidente entender de tática, assistir ao campeonato uruguaio. É preciso, sim, o vice de futebol ir conferir a final da segundona do campeonato gaúcho, saber que no Alianza Lima, do Peru, existe um jogado chamado Johnnier Montaño, um colombiano que foi muito cedo para a Europa, para o Parma, que joga na meia, avançado, e que poderia ser uma boa contratação.
Fossem sobre palestras de medicina, sobre a vida de bon vivant no Rio Grande do Sul, as entrevistas de Duda e Meira seriam sensacionais. Mas, não. Estamos falando, oras bolas, de futebol...
__________
obs: Meira não é médico, mas, sim, faz parte de uma associação de ex-funcionários da Caixa que mantém um plano de saúde complementar chamado Saúde e PAZ. Mas a idéia permanece a mesma.

7 comentários:

Rica Retamal ® disse...

É Guga... Ta muito complicada a situação do nosso Tricolor.
Lamentável...

Anônimo disse...

(Jorge Nogueira)

Ado, A-Ado, cada um no seu G4... KKK

Anônimo disse...

Esses caras ainda buscaram o "câncer" Douglas.

Mas ele é craque para alguns!!!!!

Guga Türck disse...

Pois eu fui um dos que achava ele um grande craque. Vibrei e compareio-o com o Sneijder...

Kayser disse...

Mandaram o Douglas promessa, o Costa, lá para a "Sibéria", sem o conhecimento do guri, e trouxeram o Douglas falcatrua. Nunca vi jogador mais preguiçoso do que esse. O Hugo,perto dele, é um guerreiro!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Concordo com todos vocÊs, mas o que me irritou de verdade foi o Grêmio perder o Rever para o Atlético MG. Isso sim foi o fim da picada. Acho que o William Magrão poderia formar um dos três zagueiros do 3 -5 -2 que não foi mal contra o Cruzeiro.

Anônimo disse...

Putz Guga, me perdoe a corneta, mas comparar o Douglas ao Sneijder...essa foi forte!!
heheh
Citei ele como câncer forçando a barra tb, ele é bom jogador, mas não é perfil de jogador do Grêmio.
Só olhar para nossa história, quantas vitórias épicas conquistamos encima de equipes badaladas cheias de "Douglas" da vida!!!!!
E o sobre o Hugo...
Sempre foi coadjuvante...algo esta muito errado lá no Grêmio pois ele é titular desse time.