segunda-feira, 31 de março de 2008

Economizando energia em Cuba

Quando da nossa primeira caminhada pelas ruas de La Habana em janeiro, nos deparamos com essa cena, de um caminhão lotado de geladeiras velhas.
Não entendíamos o que era aquilo, mas mais tarde, em uma conversa com os amigos que fizemos por lá, descobrimos ser um programa do governo.
O Estado oferece um refrigerador duplex, novinho em folha, para aqueles que quiserem substituir os seus aparelhos antigos: de graça!
Um programa feito em parceria com o governo chinês.
Resultado?
80% de economia de energia nos lares que fazem a troca.
É uma situação do tipo ganha-ganha.


Nota 1: ninguém é obrigado a fazer a troca, inclusive um dos amigos não iria trocar a sua mini-geladeira, estilo frigobar, por uma nova
Nota 2: na última foto, a geladeira nova e - veja só! - um baita som que o amigo Raul comprou por lá! E tem gente que diz que os cubanos não tem bens de consumo. Eu que sou filhinho da burguesia não tenho um som daqueles em casa...
Nota 3: esses modelos antidos, de 50 anos atrás, são febre na casa dos filhos da burguesia porto-alegrense, virou uma coisa meio cult

7 comentários:

Gérson disse...

O que adianta um rádio desses só podendo escutar o que o governo quer??? O rádio é apenas mais um meio de mamipulação,de formas diferentes, aqui,nos Eua ou em Cuba!!!

Guga Türck disse...

Ah, é Gérson (será que é o cara da lei aquela?)...
Me esqueci de dizer que com o som vem um agente de governo uniformizado - ficou de fora dessa foto - que controla inclusive todos os CDs que os caras vão ouvir...

Pára com isso, cara. Concordo com essa da manipulação pelas rádios, mas os caras lá ouvem música.
Os cubanos são um povo muito musical e aquele som está ali pra isso...

Gérson disse...

Ah tá bom... cara, acorda desse sonho socialista, isso é coisa pra intelectualóide burguesinho como tu defender! Se fosse tão bom viver em Cuba, qual o motivo de milhares de cubanos arriscarem suas vidas por ano tentando fugir da ilha?? Lá não é o paraíso??? É o paraíso só pra quem não vive lá ou pra quem vai fazer turismo!!!
Ah.. não sou o cara da lei, que preconceito é esse com os Gérsons?? Oo

Guga Türck disse...

Quem disse que é o paraíso???

Guga Türck disse...

Outra coisa, foi na Veja e na Zero Hora que tu viu "milhares" de cubanos tentando fugir da ilha?

Ah, tá...
Levar vantagem em tudo inclusive na argumentação falaciosa também não dá, hein?

Carlos Eduardo da Maia disse...

Pois é agora inventaram essa, os balseiros são invenções do PIG. Aquilo não existe. Nunca existiu. Os cubanos têm acesso a tudo, inclusive a internet de suas casas. Não existe nenhuma lei que impeça essas conexões. E os blogs cubanos e críticos do sistema, como generación y, também podem ser acessados pelos cubanos. Tudo o que se disser ao contrário é invenção do PIG. E tem gente que defende esse sistema que nunca deu certo em país nenhum.

E os cubanos têm sim acesso ao consumo. Tá ali na foto do Guga. Aquilo diz tudo e é incontestável

Gérson disse...

Não Guga, é que tenho uma irmã casada com um cubano! Acho que fonte mais conviável não existe. E argumentãção falaciosa é a tua, que é baseada apenas em convicções e não na realidade!