quinta-feira, 24 de abril de 2008

Direção do Grêmio: patética e varzeana

Não bastasse ficar 15 dias SEM FAZER NADA após as eliminações no Gauchão e Copa do Brasil, a direção do Tricolor segue em sua cruzada contra a torcida, agora com tentativas massivas de desmoralização.
Tá no Correio do Povo de hoje:
Adversário do Grêmio não treinou
Ivoti, primeiro teste para o Brasileirão, não vai treinar porque seus jogadores trabalham e estudam

(...)O palco do amistoso será o estádio dos Eucaliptos. É bem verdade que o nome já não é mais tão atual como antes. 'O pessoal cortou todos os eucaliptos que existiam aqui, agora não tem mais nenhum. Mas a gente plantou algumas mudas de figueiras, então tem lugar com sombra', esclarece o tesoureiro do clube, Luís Carlos Hick. A cota a ser paga pelo Ivoti não é revelada, porém o dirigente adianta que não é muito alta, mas o suficiente para despesas como o transporte.
'É coisa de compadre, há uma amizade antiga com os dirigentes do Grêmio', afirma Hick, tesoureiro do clube que tem o escudo praticamente igual ao do Inter, apenas trocando o vermelho pelo azul.


"Coisa de compadre", esse é o projeto de futebol dessa direção.
A arena do Odone é a Araribóia...

2 comentários:

Rodrigo Cardia disse...

Guga, te confesso que depois da eliminação da Copa do Brasil, meio que larguei o futebol de mão. Sei que isso só durará até o início do Brasileirão, mas que dá um desânimo ver o que aconteceu com o Grêmio, dá. Tanto que nem consegui mais falar de futebol lá no Cão, acho que nem se "eles" tivessem caído fora eu teria ânimo para tocar flauta...

Abraços

Eduardo Wilsmann disse...

Concordo contigo...
Esses amistosos não vão servir como parâmetro de nada, pois só iremos enfrentar equipes de 1ª divisão quando o Brasileirão começar...Se aceitar parceria de blogs, é so comentar confirmando lá...Abraços!