sábado, 20 de setembro de 2008

Atraso dos salários na Ulbra

As respostas da direção: "As principais causas, segundo o Dr. Reginaldo Bacci, advogado e consultor contratado pela instituição, são a falta de negativas de débitos junto à Receita Federal, a retração do mercado financeiro em virtude da crise mundial (!!!) e os altos índices de inadimplência dos alunos. O referido profissional enfatizou a gravidade da situação da instituição e a disposição de uma revisão profunda do modus operandi administrativo da Ulbra, bem como revisão de todos os contratos. E manifestou interesse em um novo patamar de relacionamento com as entidades sindicais representativas das categorias empregadas pela instituição."

O salário do Reitor também atrasou?!

fonte: Boletim do Sinpro

3 comentários:

Funcionário indignado disse...

Estamos dia-a-dia sendo cobrados, cumprimos com o nosso dever, mas parece que não temos direito algum.
Temos direito apenas a cobranças? Nosso contracheque aparece com descontos dos pequenos minutos de atrasos (que normalmente, por um cálculo que desconhecemos, são praticamente dobrados - se houve atraso de 1 minuto nos é descontado 1 e alguma coisa) mas nem sinal das multas que nos devem nem 13º. O clima de trabalho esta horrível, pessoas pedem demissão todos os dias sem previsão de quando receberão os valores devidos, e sem reposição estão aumentando a cobrança em cima de quem fica. E o pior, corre na "rádio corredor" que o melhor momento para sair é este. O que estará por vir? O último a sair apague a luz, por favor.
Essa situação não dá mais para aguentar.

Anônimo disse...

A situação que estamos vivênciando nos últimos tempos é vergonhosa, salários atrasados, falta de profissionais e até de condições de trabalho, diga-se de passagem o serviço de higienização foi suspenso na última sexta devido a falta de pagamento. Esta empresa que nos trata sem valor algum, se mantendo no silêncio, ignorando tudo e a todos, quer chegar aonde? Por favor precisamos saber!? O que vem acontecendo é que eles estão nos encurralando cada vez mais sem pensar nas dezenas de pessoas que sobrevivem com este trabalho, e que ficam sem destino sem saber o que fazer, angustiados a cada dia esperando por uma notícia, uma satisfação. Espero que alguem tome vergonha na cara e se manisfeste!

Aluna inconformada disse...

Estou muito triste e indignada!!! Como aluna, vi o semestre terminar com professores chorando durante a aula... como se não me bastasse isso, arrumei um estágio pela FULBRA e não estou recebendo o salário que MEU CHEFE DEPOSITA pq as contas estão bloqueadas... amo meus professores mas, eu tb tenho minhas contas e não acho isso justo pq o dinheiro era para mim e não para a instituição!!!!