sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Nem todos os podres são Gremistas...

No Diário Gauche:

A compra de dois imóveis de luxo levou o deputado estadual Luiz Fernando Záchia (PMDB) a ser investigado pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) do Rio Grande do Sul por suspeita de enriquecimento ilícito. A informação está na Folha, de hoje. Ex-presidente da Assembléia Legislativa gaúcha e ex-chefe da Casa Civil da governadora Yeda Crusius (PSDB), Záchia é o coordenador da campanha à reeleição do prefeito de Porto Alegre, José Fogaça (PMDB).
As suspeitas recaem sobre a compra de um apartamento em Porto Alegre e de uma casa no município de Xangri-lá, balneário 130 km ao Norte da capital. Nenhum deles está registrado no nome do deputado.

3 comentários:

Guillermo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Guillermo disse...

Guga,

Notícia não divulgada na mídia vermelha.

O negócio do Celso já foi resolvido: foi chamado na PF, levou uma bronca, um tufo, já pagou e foi liberado.

Abraço e DÁ-LHE GRÊMIO!!!

heliopaz disse...

Um passarinho me contou que Flávio Vaz Netto seria a indicação da situação caso não tivesse havido a ronha do Detran.

Nosso consolo em relação a Zachia (pra mim, era apenas uma questão de tempo que aparecesse alguma falcatrua ligada a dirigentes colorados envolvidos com a política partidária) vai por água abaixo quando se observa que os supostos mafiosos gremistas eram quase todos da atual gestão, enquanto Zachia é pouco influente agora que o Império Otomano e a oposição raivosa perderam terreno para a dinastia Carvalho.

[]'s,
Hélio