terça-feira, 2 de setembro de 2008

Grampo em tudo que é órgão público

Quem é homem público, que trabalha em instituições do Estado, tem mais é que conviver com o grampo nesses ambientes que são, ora pois, PÚBLICOS!
Se um senador do Demo e o presidente do STF quiserem conversar sobre que cor um vai pintar a parede do 25º quarto de sua mansão, que o faça fora do horário de expediente com seus telefones particulares!
E se não quiserem conviver com grampos nos seus escritórios, que deixem de ser homens públicos.
Grampo já, em todo o aparelho estatal!

2 comentários:

Carlos Eduardo da Maia disse...

Gostei tanto dessa pérola que coloquei ali no depósito.

Rafael disse...

Quem não deve não teme.