quinta-feira, 11 de setembro de 2008

O Amargo Santo da Purificação



O espetáculo de Teatro de Rua "O Amargo Santo da Purificação" conta a história de um herói popular que os setores dominantes tentaram banir da cena nacional durante décadas. Na seqüência de cenas o público assiste momentos importantes desta trajetória: origens na Bahia, juventude, poesia, ditadura do Estado Novo, resistência, prisão, Democracia, Constituinte, clandestinidade, Ditadura Militar, luta armada, morte em emboscada e o resgate histórico, buscando um retrato humano do que foi o Brasil no século XX. É uma história de coragem e ousadia, perseverança e firmeza em todas as convicções. A coerência dos ideais socialistas atravessando uma vida generosa e combatente, de ponta a ponta. Marighella não abdicou ao direito de sonhar com um mundo livre de todas as opressões. Viveu, lutou e morreu por esse sonho.

A estréia nacional de "O Amargo Santo da Purificação", parte das comemorações dos 30 anos da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, será 19 de setembro às 12h, na Praça da Alfândega.

CONFIRA AS APRESENTAÇÕES DE
"O AMARGO SANTO DA PURIFICAÇÃO":

12/set – Bairro Glória, às 19h30min;
EMEF de 1° Grau Gabriel Obino
Avenida Engenheiro Ludolfo Bohel, 1402

19/set - Centro
Praça da Alfândega, 12h

20/set – Centro
Usina do Gasômetro, às 15h

21/set – Centro
Parque da Redenção, às 12h

22/set – Bairro Humaitá, às 19h30min;
EMEF Ver. Antônio Giúdice
Rua Caio Brandão de Mello, s/nº

Um comentário:

Ju Campani disse...

Uma obra-prima do teatro brasileiro. Sem dúvida, o Ói Nóis não conhece limites para a criatividade e a excelência em teatro de resistência, de conscientização. O Amargo Santo da Purificação merece ser visto e revisto várias vezes.