quarta-feira, 13 de maio de 2009

E viva as mulheres no futebol!!!

Segue resposta de leitora ao e-mail de Luciano Borghetti, publicado no post "Grêmio x Santos, no último domingo, tem grandes chances de ter sido jogo histórico".
Excelente!

--------------------
"Assim, empurrar goela abaixo um expressivo número de mulheres na hora do jogo, que mal sabem o que estão fazendo ali."

Que absurdo. Comentário completamente machista e preconceituoso.
Então, tu cabra macho, é mais torcedor pq é homem!
Tu que tem para pagar todo o mês para ser sócio tem q ser tratado a caviar, enquanto os outros têm de se esfolar.
O que me pareceu foi q o rapaz ficou acuado com duas coisas:
O povão todo misturado à ele, o grande torcedor sócio e seus privilégios, tendo que se misturar com a ralé.
E acuado por um bando de mulheres que poderiam ter ido passar o dia no shopping, lavar uma louça ou passar as camisas do marido, mas que inventaram de ir ao estádio (diz ele desconhecendo o porque deste fenômeno)e atrapalhar o jogo do baita macho!!!!

E para completar, não querendo ser preconceituosa com os gaúchos machos claro, destilou no final o gauchismo barato citando os nordestinos, só para variar pq gaúcho macho não tem preconceito contra ninguém.

Não acredito q isso foi publicado aqui, mas tudo bem!!!!

Mulheres, agora já sabem. Deixem o estádio para os senhores machões, tratem de ir fazer compras, pq a gente quando vai ao estádio é pq não tem mais o que fazer, pq é de graça....

Como citado no primeiro post sobre o tema, foi um jogo histórico!!! Muito bonito de ser ver!!!
E pense por outro lado, em uma família de 3 pessoas, como a minha, ir ao estádio eu, meu marido e minha filha em todo jogo seria algo para estourar o orçamento familiar, ainda mais pagar para nos associarmos! Então, um jogo em que tenha uma facilidade dessas, seria ÓBVIO que o número de mulheres iria quadruplicar!!!!

sil

2 comentários:

RICARDO ® disse...

Concordo plenamente!
Sou sócio, cheguei cedo como de costume, entrei normalmente no estádio, fiquei o jogo inteiro rodeado de mulheres e inclusive conversei sobre formação tática do time com uma delas que conheci na arquibancada.
Gostei muito de terem liberado a entrada delas, aliás, sem entrar em méritos financeiros, políticos , ... por mim podia ser sempre assim, afinal o clima fica melhor e os "machões baderneiros" não ficam tão "machões" sob os olhares atentos de suas excelentíssimas!
Só achei apelação aquele "jogo" que uma operadora de celular fez no intervalo... ridículo aquilo...
No mais, pra mim, lugar de mulher é no estádio! Elas sempre deixam tudo mais bonito! Pena q a minha seja colorada...
Abraço!

Anônimo disse...

Obrigada pelo apoio.
E desculpe pelo atropelo das palavras.
Mas o que mais causa indignação é ver que ainda temos homens que pensam que lugar de mulher é em shopping e não em estádio de futebol.
Como o comentou o rapaz acima, se todos os jogos o número de mulheres fosse esse, tenho certeza que os machões que vão fazer baderna no estádio iriam amansar rapidamente.

abç,
sil